Preocupa índice de infestação do Aedes Aegypti em Santo Augusto

Apesar de estarmos no inverno, o mosquito Aedes Aegypti continua circulando por aí, e em Santo Augusto, é preocupante o índice de infestação.

Os dados coletados no Mutirão da Dengue e divulgados na manhã desta terça-feira, 03, pela Secretaria Municipal de Saúde apontam índice de 3,3%, ou seja, situação de alerta de acordo com a classificação do Ministério da Saúde.

No mutirão – realizado entre os dias 14 a 21 de junho-, foram visitados 71% dos imóveis de Santo Augusto, oportunidade em que foram identificados onde estão concentrados os focos de criadouros do mosquito.

Das nove amostras que tiveram resultado positivo para larvas do mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya, a maioria foi coletada em recipientes utilizados pela população para armazenar água da chuva, entre eles, caixas de água.

Outra preocupação é com o bairro São João, local onde a concentração de água parada e consequentemente de larvas é maior. A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância de se redobrar os cuidados e controle de possíveis criadouros, mesmo no inverno.

Fonte: RÁDIO QUERÊNCIA

Mostre Mais
Close