Universitário é preso em Bagé com tipo de maconha 10 vezes mais forte que a normal

A Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgaram na manhã desta terça-feira (6) a prisão de um universitário em Bagé, na região da Campanha, que vendia um tipo de maconha 10 vezes mais forte que a droga vendida no Estado. O traficante montou até um pequeno laboratório em seu apartamento, com estufa climatizada e controle de iluminação. A maconha era vendida principalmente para estudantes de faculdades.

O preso é um estudante de Fisioterapia de 23 anos e não teve o nome divulgado pela polícia porque a investigação continua. O delegado Cristiano Ritta, da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé, informou que a ação ocorreu na noite de segunda-feira (5), quando o jovem voltava de Dom Pedrito. Ele tinha ido ao município da região para fazer uma entrega do entorpecente.

Fonte: Gaúcha ZH

Mostre Mais
Close